terça-feira, 29 de setembro de 2015

Meu look: Flor de Bananeira

Look lindo e alegre que usei para passear em Guatapé, um povoado charmoso e colorido, perto de Medellín, na Colômbia.






Chapéu comprado na Colômbia | Óculos Renner T-shirt Isolda Calça Zara
Rasteira Dafiti Bolsa Riachuelo

domingo, 27 de setembro de 2015

Viagem: Medellín e Guatapé, Colômbia

Medellín é uma das maiores cidades da Colômbia, e a segunda mais populosa do país, moderna e com um ótimo sistema de metrô, que liga praticamente toda a cidade, é preciso pelo menos uns 3 dias para conhecer tudo que a cidade tem a oferecer, são muitos parques, museus e natureza, e separe pelo menos um dia para ir até a Piedra del Peñol, em Guatapé.

El Poblado / Parque Lleras

Ficamos hospedados no bairro El Poblado e é ótimo, recomendo! É um bairro com muitos hotéis e hostels, fica perto de uma estação de metrô (20 min. caminhando), supermercados, casas de câmbio, padarias, e algumas praças.
É onde fica o Parque Lleras, um local boêmio e badalado, com restaurantes de todos os tipos, barzinhos animados e baladinhas, é um local bem agitado a noite. Separe pelo menos uma noite para conhecer esta parte da cidade.

Parque Arví

Pegando um metrô e depois um metrocable, é possível chegar até o famoso Parque Arví, em Santa Elena. Uma reserva ecoturística enorme, muito bem cuidada e com muito verde. O ideal é ir até lá pela manhã, pois é quando acontecem os passeios guiados pelo parque, além da enorme área verde, tem trilhas para caminhar e andar de bike, local para fazer pic nic, feirinhas de frutas, lagos, vegetação e animais. Demos um pouco de azar pois fomos às 14h e os passeios guiados já haviam terminado, então ficamos um pouco perdidos sobre o que fazer por lá, infelizmente falta um pouco de placas com informações sobre onde ir, pois o local é muito grande e são muitas atividades. Acabamos pegando um ônibus dentro do parque e indo até Comfenaco, onde tinha um lago, uma ponte e era possível andar de bote, tinha também um borboletário. O local é bonito, muita natureza e ar puro, vale a pena separar pelo menos uma manhã toda para este passeio.





Praça Botero

Praça ao ar livre com 23 esculturas dos gordinhos de Fernando Botero, que é natural de Medellín. Como fica localizada bem no centro da cidade, no Parque Berrío, é uma área muito movimentada, centro financeiro e comercial da cidade, com muitos ruídos e vendedores ambulantes. Próximo a praça estão várias igrejas, museus e pontos culturais e históricos importantes da cidade.

Museu de Antíoquia

Localizado na Praça Botero, bem em frente as esculturas. É o principal museu de Medellín, com 3 andares de exposições, traz mais obras do artista, pintor e escultor Fernando Botero, incluindo algumas salas interativas sobre algumas principais obras dele, e também obras de arte de outros artistas e exposições regionais.

Piedra del Peñol e Povoado de Guatapé

Um dos lugares mais fantásticos próximo a Medellín! Fizemos um tour guiado com a empresa Tour Guatapé, são muito atenciosos, pontuais e passam muitas informações, o tour dura o dia todo, e além da Piedra del Peñol conhecemos alguns povoados próximos e também a cidade de Guatapé, que é linda e toda coloridinha.
Na Piedra del Peñol são 740 degraus para se chegar no topo, de onde se tem uma vista deslumbrante da represa de Guatapé, vale a pena o cansaço!





Valor - base agosto/2015
(o câmbio do aeroporto de SP estava a R$ 1,55 e na Colômbia compramos COP por 700)
Preços por pessoa

Metrocable até Arví - COP 4.600
Ônibus dentro do Parque Arví, até Comfenaco - COP 3.200
Entrada parque Comfenaco - COP 4.500
Passeio bote - COP 6.500
Entrada Museo Antíoquia - COP 10.000
Tour guiado Guatapé (inclui transporte, café da manhã, almoço e passeio de barco) - COP 69.000
Subida Piedra del Peñol - COP 12.000

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Destino: Zipaquirá e Guatavita, Colômbia

Continuando com as dicas de viagem da Colômbia, agora é a vez de lugares próximos a Bogotá, que dá pra fazer em um dia e ainda voltar para Bogotá.

Catedral de Sal de Zipaquirá
Um dos destinos mais visitados do país, e considerada umas das maravilhas da Colômbia, a Catedral de Sal é um lugar único, cheio de fé, e com uma arquitetura e arte incrível.
A famosa catedral foi construída dentro de uma mina de sal, é um lugar um pouco escuro, iluminado pelas diversas cruzes que tem no caminho. Lá tem a maior cruz de sal, abaixo da terra, do mundo.
A visita é paga e guiada em espanhol, e os guias contam toda a história de como o lugar foi construído, o que é bem interessante.
A cidade de Zipaquirá fica a apenas 1h de Bogotá, para ir até lá existem opções de tours com agências ou você pode ir por conta, de ônibus mesmo, saindo do Terminal Norte.



Cidade de Guatavita
Um vilarejo bem bonitinho, onde obrigatoriamente todas as casinhas devem ser brancas com as portas em marrom ou azul.
A cidade é conhecida por causa da Lagoa de Guatavita, fomos para conhecê-la, porém chegamos tarde e já estava fechada, pois fecha cedo, às 15h, então acabamos passeando pela pequena cidade, onde tem praças, igrejas, docerias, restaurantes e bares pequenos, tudo muito engraçadinho.
Fomos direto de Zipaquirá para lá, porém não conseguimos ônibus direto, pegamos um que passava em Briseño, e no caminho trocamos por outro para Guatavita, foram quase 2h de viagem até lá.


Valores - base julho/2015 
(o câmbio no aeroporto de SP estava R$ 1,55 e na Colômbia compramos COP por 700)
Ônibus ida Bogotá/Zipaquirá - COP 4.500 por pessoa
Entrada Catedral de Sal de Zipaquirá - COP 25.000 por pessoa
Ônibus ida Zipaquirá/Guatavita (por Briseño) - COP 7.500
Ônibus volta Guatavita/Bogotá - COP 8.000